segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Tio doa parte do fígado para salvar vida da sobrinha


Ao perceber que poderia ser ele a única esperança de vida para a sobrinha de apenas dois anos e cinco meses, Amâncio Bezerra, 27 anos, não hesitou. Diante de resultados de incompatibilidade da sua irmã e mãe da criança, ele prontamente se ofereceu como voluntário para doar parte de seu fígado a pequena Luíza. 

Através do ato do tio, a pequena praticamente nasceu de novo.

Foram duas cirurgias simultâneas que duraram mais de oito horas e envolveram vários profissionais do hospital A.C Camargo Câncer Center, em São Paulo, nesta segunda-feira (14). Tio e sobrinha, ambos de Japi, interior do RN, estão na capital paulista desde o último dia 19 de junho. 

O caso

A menina nasceu saudável, mas com um ano e um mês de vida foi diagnosticada com hepatoblastoma, um câncer de fígado do tipo maligno. Apesar da doença ser rara, a pequena Luíza enfrentou oito sessões de quimioterapia, e em seguida passou por procedimento cirúrgico para retirada do tumor no lado esquerdo do órgão, em janeiro deste ano. Mas não foi o suficiente e a doença reapareceu, desta vez na região direita do fígado. A única alternativa apontada pela equipe clínica do hospital para o caso de Luíza era o transplante, e o tio da menina foi a salvação. Para se submeter ao procedimento, Mansinho como também é chamado, teve que perder mais de 10kg em poucas semanas. ''O amor que ele sente por ela é muito bonito'', relatou a mãe Gilmara Oliveira ao Blog do Joabson Silva, através do WhatsApp.

De acordo com a mãe da criança, o transplante foi um sucesso. Agora, a família torce para que o organismo da criança aceite a parte do órgão do tio e que todos voltem bem para casa.

Joabson Silva