domingo, 9 de julho de 2017

Trote universitário no RN acaba com caloura em coma alcoólico e três estudantes presos



Três alunos da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, que fica em Mossoró, no Oeste potiguar, foram presos em flagrante na tarde desta quinta-feira (6) depois que uma caloura, de 17 anos, entrou em coma alcoólico durante um trote. Os estudantes cursam Ciência e Tecnologia.

De acordo com o boletim de ocorrência, a garota foi levada desacordada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto de São Manoel. Uma funcionária da unidade chamou a polícia e os três alunos que socorreram a garota foram levados para a delegacia. Onde foram autuados por fornecer bebida alcoólica a menor de idade.

Ainda de acordo com o boletim, um dos alunos que foi conduzido afirmou que outros estudantes 'instigavam e ordenavam que os alunos novatos ingerissem bebidas alcoolicas'. Ainda em depoimento, ele afirma que participou da compra das bebidas em um supermercado da região.

Ele percebeu que a garota estava passando mal, mas acreditava que era pelo calor. Depois, a menina desmaiou, foi socorrida e passa bem.

Após o flagrante, os três estudantes pagaram fiança e foram liberados para responder ao processo em liberdade.

Prática proibida
Alguns estados possuem leis que proíbem a prática e a maioria das universidades as proíbe em seus campi, enquanto leis de abrangência nacional também podem ser aplicadas contra os excessos. Na maioria dos casos de trotes, há coação e em outros ela nem precisa ser configurada para que sejam considerados crimes ou infrações, variando entre constrangimento ilegal, invasão de privacidade, maus-tratos, ameaça, estupro e pericilitação da vida.

Do G1 RN