domingo, 18 de junho de 2017

Incêndio florestal se alastra e mata ao menos 57 pessoas em Portugal

Um grande incêndio florestal deixou ao menos 57 mortos no centro de Portugal neste sábado, segundo o secretário de estado de Administração do país. Há ainda dois desaparecidos. A maior parte das vítimas passava de carro na estrada que liga Figueiró dos Vinhos a Castanheira de Pera quando foi surpreendida e morreu carbonizada. O número de mortos ainda poderia subir durante as horas seguintes, segundo as autoridades.
De acordo com autoridades, o incêndio começou por volta das 14h de sábado. As autoridades se pronunciaram inicialmente quando havia 19 mortos confirmados.
— Três faleceram por inalação de fumaça e 16 calcinados em seus carros quando foram cercados pelas chamas na estrada entre Figueiro dos Vinhos e Castanheira de Pêra — disse o Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes. — O incêndio se estendeu de uma forma que não tem explicação absolutamente nenhuma.
Dentre as pessoas feridas pelo incêndio estão bombeiros, segundo o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares.
Dez dos feridos estão em estado grave, e duas ainda estariam desaparecidas na área de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria (centro do país).
— Estas ainda carecem de confirmação — explicou Jorge Gomes.
O GLOBO