segunda-feira, 29 de maio de 2017

Quantos japienses não tiveram seus sofrimentos amenizados, por terem sido acolhidos na “tapera”.

É lamentável o “esquecimento” e a falta de reconhecimento por parte de alguns cidadãos japienses em relação à casa localizada na Avenida Antônio Basílio, 1382, Bairro Dix-sept Rosado, tendo em vista que a mesma serviu e serve de referência para todos os moradores de Japi há muitos anos. Esta casa, independente de partido, é marcada pela simplicidade e receptividade. Afinal, não adianta oferecer uma estrutura de luxo se o paciente ou o usuário, não tem o mínimo de assistência. De que adianta pagar mensalmente um aluguel caríssimo de um imóvel, se a farmácia do Hospital Municipal é marcada pela falta de medicamentos básicos? É inadmissível que alguém fale mal da humilde casa dos japienses, assim me refiro à casa da saudosa Dona Vezinha Medeiros.

Quantos japienses não tiveram seus sofrimentos amenizados, por terem sido acolhidos na “tapera”.

Não sejam hipócritas, se orgulhem de um dia você ou um familiar seu, ter usufruído da “tapera”!



Vereador Pedro Paulo.