segunda-feira, 3 de abril de 2017

Isso aconteceu em Japi

OS HERÓIS DESBRAVADORES DA SERRA GRANDE: (ANINHA GERALDO JOAQUIM GERALDO E O FILHO MANOEL GERALDO)


Para compreender melhor o heroísmo deste casal, é necessário que leia a descrição das árvores genealógicas de duas famílias: 1ª a de Joaquim Geraldo Alves da Costa casado com Ana Lourenço da Costa (Aninha Geraldo), que é filha do grande desbravador, Miguel Lourenço.

Essa primeira família, que surgiu da união matrimonial de Joaquim Geraldo com Aninha Lourenço teve sete filhos que foram: Manoel Geraldo (Cicim), Cícero Geraldo (Cição), Joana Geraldo, Chiquinha mãe de Nova de Amaro Catirina, Maria Geraldo e Lia Geraldo a Caçula. 

A segunda família, que surgiu da união matrimonial de Antônio Geraldo Alves da Costa (Antônio Geraldo) com Vicência Lourenço da Costa (Vicência Geraldo), que também é filha do grande desbravador Miguel Lourenço, foi: Francisco Geraldo (Chico Geraldo), João Geraldo, Conceição Geraldo, Mariana Geraldo e Maria Geraldo.

Como percebemos: Joaquim é irmão de Antônio Geraldo e Aninha Lourenço de Vicência. Agora vou me deter mais na história de Aninha Geraldo, porque entre tantos da família de Miguel Lourenço só ela conseguiu permanecer em sua terra (a chã da Serra Grande). Aninha Geraldo deixou essa terra como herança para seus filhos. Foi ela e seus filhos, principalmente Manoel Geraldo, Cujo já era um rapaz, quem enfrentaram grandes dificuldades: ameaças, insultos etc., por parte de alguém que queria invadir e tomar sua terra.

Na 2ª metade do século XIX, por volta de 1887, Joaquim Geraldo Alves da Costa e Aninha sua esposa, moravam na casa que hoje pertence ao proprietário Amadiz, Filho de Antônio Nunes. Nesta casa, há poucos anos atrás morou o senhor “Viturino Brimudo”. 

Mais um relato do livro do historiador Edson Batista.