quarta-feira, 5 de abril de 2017

Detran-RN suspende emissão de habilitações de 12 a 17 de abril

O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN) vai suspender o fornecimento de novas habilitações e serviços médicos no período de 12 a 17 de abril. A interrupção é em decorrência da migração no sistema de emissão de Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Para compensar, o órgão preparou um expediente especial para atender usuários nos próximos dias.

O Detran terá expediente especial na sede do órgão em Natal, para atender nos setores de CNH e Clínica Médica. Nos dias 7 e 10 de abril, o expediente será das 8h às 17h, oferecendo serviço amplo, para que antecipar processos. As emissões de CNH estarão com atendimento normal até o dia 11 de abril. Os demais setores funcionarão em horário normal, das 8 às 14h.

“Pedimos aos usuários que fiquem atentos, antecipem seus processos. Importante lembrar que o vencimento das habilitações ainda tem mais 30 dias após o prazo registrado na CNH. Ao novo usuário, pedimos para antecipar até próxima segunda-feira, dia 10 de abril, para garantir sua habilitação, recebendo na hora sua CNH, o que temos orgulho de dizer que este serviço hoje é diferenciado no Brasil pelo nosso Detran-RN, sendo modelo para vários departamentos de trânsito no país, já que o usuário recebe sua CNH na hora, nas sedes em Natal e Mossoró”, afirma o Diretor Geral do Detran-RN, Marco Medeiros, acrescentando que os demais serviços do órgão estarão funcionando normalmente.

O Detran lembra que o atendimento no Shopping Via Direta para CNH continua aos sábados, das 9 às 14h, como por exemplo no dia 8 de abril, sendo mais uma opção para o usuário antecipar sua primeira emissão ou buscar a renovação.

Neste período, os exames médicos, psicológicos, a realização de testes práticos, a aula prática, emissão de CNH estarão suspensos no Detran em função da migração entre as empresas, voltando normalidade a partir do dia 18 de abril. As aulas, testes e exames neste período de transição serão reagendadas.

Por G1 RN