sexta-feira, 10 de março de 2017

O BOI QUE QUEBROU O PESCOÇO

Resultado de imagem para boi caido

Imagem ilustrativa

                                     Esse é mais um relato ocorrido em Japi.


È importante ressaltar que esta e outras histórias relatadas neste livro chegaram até nossos dias por intermédio de pessoas muito inteligentes, que vieram trazendo este episódio vivo em suas memórias e contando a seus filhos e netos até o dia de hoje. O exemplo disso é a Família Pedra.

No dia em que estive na casa do meu amigo João Pedra, ele me contou uma história a qual ocorreu no ano de 1865. Leia o fato: certo dia, Miguel foi buscar alguns animais que estavam lá em cima da Serra Grande, e quando já vinha descendo esta serra, tangendo vários animais, dois bois começou brigar, quando os mesmos se encontravam em cima de um lajedo “lajeiro”. De repente, um dos touros foi jogado pela força do outro num abismo o qual quebrou o pescoço. Miguel vendo que o touro estava morrendo, rapidamente veio avisar ao seu patrão, que depois de explicar-lhe como o fato aconteceu imediatamente o seu patrão respondeu: está certo, Miguel. Vá a sua casa, pegue seu facão, seu machado e o que for preciso. Tire o couro do boi e mande deixa-lo aqui. O resto leve tudo para sua casa. E assim Miguel fez. Chegando a sua casa, levou toda a sua família ao local aonde o fato ocorreu, tirou o couro do animal, mandou deixar na fazenda do Costa (patrão dele) e levou toda a carne deste animal para a sua casa. No mesmo dia, ele partiu com destino à região da Paraíba para comprar sal para salgar toda carne, pois era tanta, que durante quase um mês a casa de Miguel ficou rodeada de carne.

Relato do livro do Historiador Edson Batista, que será lançado em breve.