quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Madrugada violenta na Grande Natal registra nove homicídios a tiros

Sede do Itep do Rio Grande do Norte, em Natal
(Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Entre a madrugada de terça-feira (31) e a manhã desta quarta-feira (1), o Instituto Técnico- Científico da Polícia de Natal (Itep) divulgou uma lista de nove óbitos, todos por arma de fogo. Cinco corpos já foram identificados, mas quatro ainda aguardam identificação. De acordo com um dos delegados da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que não quer ser identificado, oito das mortes tiveram característica de execução, apenas uma por tentativa de assalto. Ainda segundo ele, número de vítimas é três vezes superior às ocorrências registradas numa terça-feira.

O homem que morreu baleado após tentar assaltar um bar, é um dos que não foram identificados. Uma tatuagem no braço esquerdo pode ajudar no reconhecimento. Ele tentou assaltar um churrasquinho na noite desta terça-feira (31), na Avenida Romualdo Galvão, no bairro de Lagoa Seca, na zona Leste de Natal. De acordo com o proprietário do estabelecimento, o homem entrou armado anunciando o assalto, um promotor de justiça, que estava armado, reagiu e matou o assaltante.

O promotor, que tinha porte de armas liberado, prestou depoimento e entregou a arma logo em seguida. Ele teria reagido quando o suspeito se aproximava dos clientes. Na manhã desta quarta (1º), a assessoria de imprensa do MP divulgou nota de esclarecimento sobre o ocorrido à imprensa. 

Do G1 RN