terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Policiais entram na Penitenciária de Alcaçuz para intervenção

D0 G1/RN.
Policiais do Bope, Tropa de Choque e o Grupo de Operações Especiais (GOE) da Secretaria de Justiça (Sejuc) começaram às 10h10 desta terça-feira (24) uma intervenção na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal, onde será realizada uma revista minuciosa nos pavilhões. O presídio enfrenta rebeliões desde o sábado (14), quando 26 detentos morreram.
Às 11h30, policiais ocupavam os pavilhões 1, 2 e 3. Já o GOE havia ocupado os pavilhões onde ocorreu o massacre de 26 detentos: 4 e 5.
Às 10h20, houve uma ordem de rendição para os presos do pavilhão 2. Em seguida, os policiais seguiram em direção ao pavilhão 1, onde usaram bombas de efeito moral, e ao pavilhão 4.
Os policiais chegaram por volta das 7h30 (8h30 horário de Brasília). O primeiros a entrar foram os policiais do Choque.
Às 9h40, pouco antes da intervenção, os presos se recolheram aos pavilhões e começaram a rezar.
Apesar da presença dos policiais, os presos continuam soltos nos pavilhões. Durante a manhã, o G1 flagrou mais um preso falando ao celular no telhado.
Em Natal, circulação de ônibus ainda não foi totalmente retomada após uma série de ataques provocada pelos confrontos no presídio.