terça-feira, 24 de janeiro de 2017

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O SISU 2017: Mais de 238 mil vagas; prazo acaba no dia 27 de janeiro

O Ministério da Educação (MEC) abriu as inscrições do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) no início da madrugada desta terça-feira, 24 de janeiro. A oferta das 238.397vagas é exclusiva para quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. O cadastro pode ser feito até a próxima sexta-feira (27).

O cadastro é feito exclusivamente pelo site do SiSU, usando o número de inscrição do Enem 2016. O candidato não pode ter zerado a redação para concorrer às oportunidades. As notas das provas foram divulgadas na última quarta-feira (18).
O concorrente deve optar pela ampla concorrência ou a participação no Sistema de Cotas, o qual se divide em algumas modalidades. Conheça a Lei de Cotas e saiba em qual você pode ser encaixar.
O SiSU permite que o candidato escolha até dois cursos para concorrer. O concorrente pode mudar a opção ao longo do período de inscrição, já que o MEC divulga diariamente (a partir do segundo dia) as notas mínimas para concorrer às vagas de cada graduação e sua posição na disputa.
Oportunidades
A pesquisa pelas vagas disponíveis já está disponível desde 19 de janeiro. Por meio dela, o candidato fica sabendo quais instituições participam do SiSU e qual a oferta para cada curso e modalidade de concorrência.
Os termos de adesão das instituições, documento que traz o número de vagas por modalidade, pesos das provas para cada curso e demais regras da seleção estão sendo divulgados desde o fim de 2016 e você pode conferir quem aderiu ao SiSU nesta lista do Brasil Escola.
O SiSU 2017/1 oferece 238.397 vagas em 131 instituições públicas de ensino superior. No mesmo período do ano passado, a oferta era de 228 mil oportunidades também em 131 universidades e institutos. O aumento é relativo à adesão e criação de novos cursos.
Para o SiSU 2017/1, algumas instituições oferecem vagas apenas para o primeiro semestre, já que abrem inscrições no meio do ano para a segunda edição da seleção ou realizam vestibulares próprios.
No entanto, há as universidades e institutos que só inscrevem agora, mesmo que a oportunidade oferecida seja para entrada no segundo semestre, pois não participam da abertura do meio do ano. Nestes casos, o candidato deve se inscrever normalmente, independente do período de ingresso.
Resultado
Pelo sistema do SiSU existe apenas uma chamada regular feita no site oficial. Esta chamada será publicada em 30 de janeiro. As matrículas de tais convocados serão recebidas entre 3 e 7 de fevereiro. As regras para o registro acadêmico estarão disponíveis na página oficial, conforme a modalidade de concorrência.
No mesmo dia da divulgação do resultado, em 30 de janeiro, será aberto o prazo para participar da Lista de Espera do curso de primeira opção. O candidato que escolheu uma graduação como prioridade e não foi convocado para ela poderá se candidatar até 10 de fevereiro.
O MEC repassará para as universidades a relação de candidatos que estão na Lista de Espera. As chamadas poderão ser feitas a partir de 16 de fevereiro, mas desta vez são as instituições as responsáveis pela convocação dos aprovados.
Apesar de uma data de início prevista pelo Ministério, os estabelecimentos educacionais possuem autonomia para organizar um cronograma para chamar os candidatos da Lista de Espera, por isso é preciso acompanhar a publicação de editais nas páginas das universidades e institutos. As instituições também são livres para decidir quantas convocações serão realizadas a partir da relação de estudantes que lhes for repassada, levando em consideração a existência de vagas não preenchidas.

Mais informações no Edital ou pelo 0800 616161.

UOL, via Vestibular Brasil Escola