sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Prefeitos e governadores sem dinheiro

Estados e municípios se empolgaram com a repatriação de recursos, que rendeu ao Tesouro R$ 50,3 bilhões em multas e impostos. Mas, se depender do Ministério da Fazenda, todos sairão de mãos vazias.
Segundo Mansueto Almeida, secretário de Acompanhamento Econômico, não há nenhum estudo para repartir o dinheiro com governadores e prefeitos.
Em conversa com jornalistas, Mansueto afirmou que a União já os ajudou, ao renegociar as dívidas e lhes dar uma carência de seis meses.
Os R$ 50,3 bilhões arrecadados com a repatriação serão usados para quitar dívidas federais.

antagonista