sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Presidente da Fifa defende Copa do Mundo com 48 seleções

infantino
O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse que ficará para janeiro uma decisão sobre uma Copa do Mundo com 48 seleções, o que para ele irá aumentar a qualidade do torneio, em uma resposta aos críticos que, nos últimos dias, têm atacado a ideia de um Mundial expandido.
Ontem, cada um dos dirigentes recebeu dez propostas diferentes da cúpula da Fifa, com opções sobre como reformar o Mundial e ter o torneio em até 39 dias. Ainda que a proposta de 48 seleções enfrente resistência, ela é a preferida de Infantino.