sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Associação Brasileira de Vaquejada(ABVAQ) vai questionar decisão do STF sobre prática ilegal

vaquejada1475839425A Associação Brasileira de Vaquejada(ABVAQ) confirmou que seu jurídico já trabalha para estudar uma forma de garantir a continuidade da “prática esportiva”, responsável por movimentar milhões de reais em todo o país. Segundo a direção da ABVAQ, ainda não há ilegalidade para prática da vaquejada nas demais localidades do Brasil, já que os efeitos da decisão do Supremo ainda não foram definidos. Como base, destaca a decisão de inconstitucionalidade no estado do Ceará, assim, no entendimento, a espera de uma definição quanto a sua extensão.
Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nessa quinta-feira (6) derrubar uma lei do Ceará que regulamentava a vaquejada, tradição cultural nordestina na qual um boi é solto em uma pista e dois vaqueiros montados a cavalo tentam derrubá-lo pela cauda.
Por 6 votos a 5, os ministros consideraram que a atividade impõe sofrimento aos animais e, portanto, fere princípios constitucionais de preservação do meio ambiente.