sexta-feira, 22 de julho de 2016

“Mendigata” do Pânico na Band tem vídeo íntimo vazado após celular ser roubado e procura a polícia

fernanda-lacerda1fernanda-lacerdaA modelo Fernanda Lacerda, conhecida por interpretar a personagem Mendigata do Programa “Pânico”, teve imagens íntimas vazadas na web. Segundo o assessor de imprensa da artista, prints de vídeos dela nua foram divulgadas através do WhatsApp após Fernanda ter o celular roubado, há pouco mais de uma semana. O representante da loira conta ainda que ela foi chantageada e ameaçada pelo ladrão e que vai prestar queixa na Delegacia de Crimes Digitais de São Paulo nesta quinta-feira.
As imagens, segundo o assessor de Fernanda, estavam no celular da modelo e foram feitas para um ex-namorado.
“A Fernanda estava num relacionamento e mandou vídeos para a pessoa. Esses vídeos estavam armazenadas no celular dela. Roubaram o celular e começaram a chantageá-la, dizendo que iam vazar se ela não desse dinheiro. Ela respondeu que não negocia com o bandido e acabaram vazando. O vídeo viralizou, e Fernanda está desesperada”, contou Fabiano Abreu ao EXTRA na tarde desta quinta-feira.
A assessoria da modelo enviou um comunicado explicando o ocorrido:
“Fernanda Lacerda foi roubada semana passada, junto com seus bens estava seu celular que foi roubado também. Está circulando no Whatsapp de várias pessoas vídeos dela nua. Uma intimidade dela que não estão respeitando. Fernanda é uma pessoa que não se preocupa muito com as consequências e não deixa de fazer o que tem vontade assim como intimidades com a pessoa que possa estar se relacionando. Mesmo sendo via telefone. Só que não imaginou que seria roubada e fariam isso. O bandido, na verdade, ameaçou-a dizendo que iria divulgar o vídeo e não desse dinheiro, e ela disse que não daria dinheiro a bandido, então, ele vazou as imagens. A polícia garantiu que monitoraria os telefones que estariam passando adiante tais vídeos. Fizemos o registro de ocorrência e estamos com advogados também nos protegendo na lei Carolina Dieckmann”.

Extra, O Globo