sexta-feira, 24 de junho de 2016

Presas do RN são submetidas a torturas, denuncia pastoral carcerária

Do G1 RN
Na Ala Feminina do Complexo Penal Estadual Agrícola Dr. Mário Negócio, em Mossoró, não há camas. As presas dormem em colchões no chão (Foto: Pastoral Carcerária)Na Ala Feminina do Complexo Penal Estadual Agrícola Dr. Mário Negócio, em Mossoró, não há camas. As presas dormem em colchões no chão (Foto: Pastoral Carcerária)
Superlotação, falta de água para beber, comida estragada, insetos nas celas e agressões físicas. Todas essas situações foram denunciadas pela Pastoral Carcerária Nacional, que visitou cinco unidades prisionais do Rio Grande do Norte onde estão custodiadas presas mulheres. A Pastoral denuncia que as detentas são submetidas à torturas dentro das unidades. Tudo o que foi constatado foi infomado ao poder público estadual por meio de um relatório.

CONFIRA:AQUI