sexta-feira, 3 de junho de 2016

Comando da PM pede devolução de capitão após críticas a delegados

capitao-styvenson-e-enredado-por-estacionar-irregularmente-ele-nega1452866082
G1/RN – O Comando Geral da Polícia Militar pediu a devolução do capitão Styvenson Valentim aos quadros da instituição. Styvenson estava cedido para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) onde coordenava a Lei Seca. De acordo com o coronel Dancleiton Pereira Leite, comandante geral da PM, o pedido foi feito após o capitão criticar a atuação de delegados de Polícia Civil no estado. Em um áudio que circulou no Whatsapp o capitão afirmou que “policial civil ganha muito bem para não fazer nada. Delegado ganha 23 mil reais para não fazer nada”.
O comandante geral da PM explicou que as críticas criaram um clima instável entre o capitão Styvenson e a Polícia Civil. “As operações da Lei Seca geralmente terminam na delegacia de polícia e as declarações dele criaram um clima ruim, mesmo ele tendo se retratado. Por isso achamos prudente evitar esse contato dele com a Polícia Civil. Entendemos que essa é a melhor atitude, inclusive, para preservá-lo”, disse.