sexta-feira, 27 de maio de 2016

Vinte e dois prefeitos do RN não disputarão reeleição

A Tribuna do Norte destaca que vinte e dois prefeitos que foram eleitos em 2012 e teriam direito à reeleição não irão disputar o pleito de 2 de outubro deste ano nos municípios do Rio Grande do Norte. Quatro desistiram de concorrer por decisão individual, dois renunciaram ao mandato e vinte foram afastados dos cargos por decisão das Justiças Comum ou Eleitoral e das Câmaras Municipais.
Até agora, quatro prefeitos desistiram de ir às convenções partidárias para homologação de candidatos ao cargo majoritário – no período de 15 de julho a 5 de agosto: José Vilton Cunha, em Currais Novos e João Maria Assunção, em Lagoa Nova, ambos da região do Seridó, e Expedito Chimbinha Júnior, em Angicos, e Francisco Santos de Souza, em Bodó, municípios da região Central do Estado.
José Vilton Cunha pretende voltar às atividades empresariais em Currais Novos, onde disputou a eleição passada, em lugar de José Lins, que foi impedido de concorrer ao pleito por impedimento judicial. Lins intenciona voltar a ser candidato a prefeito, mas se não puder, Cunha deve apoiar Milena Galvão, irmã do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Galvão (PMDB).