segunda-feira, 16 de maio de 2016

Rombo de contas públicas pode chegar a R$ 136 bilhões

Ao estimar o tamanho do deficit das contas públicas neste ano, a nova equipe econômica chegou neste domingo a um número entre R$ 134 bilhões e R$ 136 bilhões.
índiceO governo Dilma Rousseff já havia pedido ao Congresso para alterar a meta de 2016 para um buraco de R$ 96 bilhões. Na última sexta-feira, no primeiro dia de trabalho da administração Temer, as estimativas da área econômica oscilavam entre R$ 120 bilhões e R$ 150 bilhões.
O novo governo ainda faz contas. Mas a gravidade da situação fiscal torna praticamente inevitável a elevação de tributos. O novo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, quer recriar a CPMF, a fim de ter arrecadação para mostrar aos investidores nacionais e internacionais que a dívida pública brasileira não ficará fora dos trilhos e que voltará a cair no médio prazo.