sexta-feira, 6 de maio de 2016

LIMITE ESTOURADO: Líder opositor é assassinado na Venezuela

Um líder opositor venezuelano foi assassinado com um tiro na cabeça por desconhecidos que viajavam de motocicleta, em uma via da cidade de Barquisimeto, no noroeste do país, informou nesta sexta-feira (6) a Procuradoria.
downloadGermán Mavares, líder no estado de Lara (noroeste) de Um Novo Tempo (UNT), partido que faz parte da coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD), foi interceptado na noite de quinta-feira em uma via da localidade Carucieña de Barquisimeto, capital da região.
De acordo com a informação preliminar da Procuradoria, “Mavares encontrava-se em plena via pública quando dois motorizados tomaram seu celular e dispararam contra ele”.
“Mavares foi vítima de um atentado na Carucieña, recebeu um tiro na cabeça”, escreveu em sua conta do Twitter Guillermo Placios, deputado no Parlatino e membro do partido UNT.
Em março também foram assassinados dois líderes oficialistas nos estados de Táchira e Miranda.
Em março, um prefeito oficialista foi assassinado com múltiplos disparos em Trujillo, no oeste, e também um deputado suplente oficialista do Conselho Legislativo do estado de Táchira, também no oeste, fronteiriço com a Colômbia.
A Venezuela, um dos países mais violentos do mundo, registrou 4.969 assassinatos no primeiro trimestre de 2016, acima da media mensal do ano passado, segundo a Procuradoria, que atribuiu o aumento a bandos de crime organizado.
O país fechou 2015 com uma taxa de homicídios de 58 para cada 100 mil habitantes, segundo a Procuradoria, embora a organização não governamental Observatório Venezuelano de Violência assegure que esta taxa alcançou 90 para cada 100 mil habitantes.

G1


via: Blog do BG