quarta-feira, 11 de maio de 2016

Anderson Silva está fora do UFC 198

O que era mera desconfiança, na tarde desta terça-feira, quando Anderson Silva faltou a evento de divulgação do UFC 198, marcado para sábado que vem, se tornou verdadeiro: o “Spider” está fora do evento em Curitiba, na Arena da Baixada, o primeiro em estádio de futebol no Brasil. O site americano “Yahoo Sports” informou que o lutador sentiu fortes dores abdominais na segunda-feira e pode ter que passar por cirurgia na vesícula.
– Anderson desenvolveu dores abdominais na segunda-feira, e uma avaliação mais aprofundada hoje revelou colecistite aguda – disse o consultor médico do UFC, Jeff Davidson, ao site. – Ele será examinado por um cirurgião ainda hoje para possivelmente passar por uma cirurgia – informou.
Inicialmente, diante da ausência de Anderson aos compromissos com a imprensa, surgiram boatos de que ele teria enfrentando uma gastrite, em função de antinflamatórios que teria tomado para combater uma lesão no pé. Mas depois o UFC deu a informação sobre o real motivo para o ex-campeão dos médios não ter cumprido sua agenda oficial.
Anderson enfrentaria no sábado que vem o americano de origem jamaicana Uriah Hall, que agora pode ficar sem adversário. Mas o UFC busca um oponente para substituir o brasileiro.
A luta contra Hall seria a primeira de Anderson desde a derrota para Michael Bisping, em 27 de fevereiro, em Londres. Há três anos e meio o ex-número 1 do ranking peso por peso do UFC não ganha um combate. A última vez foi contra Stephan Bonnar, em evento no Rio de Janeiro. Desde então ele teve duas derrotas para Chris Weidman, tendo, inclusive, no segundo confronto, quebrado a perna. Após um ano longe do octógono, retornou e venceu Nick Diaz, mas o resultado foi anulado porque o “Spider”, assim como seu adversário, testou positivo em exame antidoping. Anderson cumpriu mais um ano de suspensão e então voltou diante de Bisping, que o derrotou por pontos.

O GLOBO