sábado, 30 de abril de 2016

Secretária de Saúde Cassia Penha fala das ações feitas no combate ao Aedis Aegipt

Em nome da Secretaria Municipal de saúde de Japi, gostaria de esclarecer sobre a alegação de que a mesma ainda não havia se pronunciado em relação infestação do mosquito, Aedis Aegipt e as suas consequências ( chikungunha , Zica , microcefalia ) em nosso município, tenho a dizer  que, desde que essa epidemia começou, o município de JAPI, através da SMS, foi o que mais se pronunciou e se manifestou, conclamando toda população, todos os organismos públicos, civil, redes sociais, igrejas, escolas, câmara, grupos de jovens, todas as secretarias municipais. Com destaque para as de obras e de educação, etc. Enfim, meu Deus, não temos parado de bater nesta tecla, apesar das outras inúmeras demandas. No hospital, redobramos os cuidados de reabastecimento dos medicamentos necessários para aliviar os sintomas, (pois para essas viroses não há medicamento específico), para que os mesmos não venham a faltar. 

Temos constantemente, nos reunidos com os técnico, para que os mesmos notifiquem os casos suspeitos e orientem bem as pessoas sobre cada vez mais vigiarem os possíveis focos do mosquito em suas casas ,eliminando-os. A secretaria de obras sob a orientação da SMS vem mantendo com melhores ferramentas de trabalho as atividades dos seus garis, a secretaria de Educação em parceria com a SMS, não pára de realizar ações e atividades junto ao seu corpo docente e discente, voltadas para a sensibilização da população, a Igreja Adventista, essa meu Deus, tem sido IMBATÍVEL junto aos desbravadores e sob as orientações técnicas da SMS, tem realizado um grande trabalho preventivo e de sensibilização. A prefeitura, não tem medido esforços (Robinho, sempre muito sensível), no sentido de apoiar e respaldar as solicitações da SMS. Esta semana eu já solicitei a ele, a compra de uma máquina de UBV PORTÁTIL, juntamente com um KIT de matérias e produtos a serem utilizados no uso da mesma, e ele já autorizou.

A mesma deverá já estar chegando até terça feita próxima à SMS e aí, já contratamos um técnico da FNS que vira treinar os nossos técnicos de vigilância Ambiental, a manusear a mesma. Realçamos aqui, que, pouquíssimos municípios do porte de Japi, têm esse equipamento. Eu desconheço até. Por fim, estamos encaminhando Ofício à COORD Regional de VIG AMB DA SESAP/ RN, solicitando o famoso CARRO FUMACÊ, para o mesmo vir realizar um tratamento espacial em nosso município, lembrando sempre que, essa NÃO é a forma de se combater e muito menos evitar a proliferação do MOSQUITO AEDIS AEGIPT. 

Enquanto nós não nos conscientizarmos disso e não partirmos para a efetiva eliminação dos criadouros e dos focos desse mosquito em nossas residências, nunca iremos deixar de termos esses problemas e essas consequências, causadas por ele. Finalizo aqui dizendo que, a SÉC MUN DE SAÚDE DE JAPI, nunca deixou de se PRONUNCIAR, de SE FAZER PRESENTE nesta e em quaisquer outras questões inerentes à sua missão. Estaremos sempre abertos às críticas construtivas e a propostas que nos venha somar em benefício do bem e da saúde da nossa coletividade JAPIENSE.