quarta-feira, 13 de abril de 2016

Globo e Record deverão mudar grade para cobrir votação de impeachment

A votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) está marcada para o próximo domingo (17). Em razão disso, Record e Globo prometem exibir ao vivo o momento importante da história do Brasil.
Ao que tudo indica, mudanças vão ter que acontecer nas grades das emissora. O futebol, que normalmente é exibido no domingo, será mostrado no sábado.
O jogo do Corinthians no Campeonato Paulista já foi antecipado pela Federação Paulista de Futebol, e a partida do Flamengo pelo Campeonato Carioca está sendo bastante pressionada para seguir o mesmo caminho. Além disso, a tendência é que a “Temperatura Máxima” também seja cancelada para a Globo se dedicar ao jornalismo.
Na Record, o “Domingo Show” deve derrubar suas pautas normais e se prolongar na cobertura com Geraldo Luís e participação de Reinaldo Gottino. Além disso, o “Hora do Faro” deve perder alguns minutos de sua exibição e ainda estuda-se a possibilidade de Rodrigo Faro entrar ao vivo direto dos estúdios da emissora, em São Paulo.
Outras redes também devem investir na cobertura da votação de impeachment, principalmente Band e RedeTV!.
Em tempo
A assessoria da Câmara já avisou à imprensa de que haverá acesso restrito de jornalistas ao plenário no dia da votação. Apenas de 15 a 20 jornalistas receberão credencial especial para fazer a cobertura no local.
O restante só terá acesso às galerias e ao Salão Verde, como é chamada a porta de acesso ao plenário.

UOL