sexta-feira, 11 de março de 2016

Sesed disponibiliza 359 policiais para protesto de domingo

Secretaria de Segurança informou que quase R$ 18 mil serão gastos com pagamento de diárias operacionais.

Manifestação acontece no largo da praça Cívica e contará com reforço no esquema de segurança da Sesed.
A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) traçou as estratégias para garantir a segurança no protesto deste domingo (13), que acontece no largo da Praça Cívica, no bairro de Petrópolis, zona Leste de Natal. Segundo a Polícia Militar, 359 policiais foram acionados para trabalhar no evento.  Deste total, 54 pertencem ao Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE). 
Os policiais convocados para garantir a segurança da manifestação são aqueles que estariam de folga no dia do evento e que, devido à necessidade, acabaram sendo convocados a trabalhar mediante o pagamento de Diárias Operacionais (DO), o que vai custar aos cofres públicos quase R$ 18 mil.
Além da PM, órgãos como Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), Corpo de Bombeiros Militar (CBMRN), Polícia Civil (PC) e a Guarda Municipal (GM) estão mobilizados por causa do protesto.
Os bombeiros estarão a postos para evitar princípios de incêndio e realizar atendimentos hospitalares. A Polícia Civil contará com uma delegacia móvel (Ônibus) que estará localizada no largo do Atheneu e equipada com 12 policiais civis e um delegado. Basicamente, a PC fará boletins de ocorrências no local, contudo, outros serviços também estarão disponíveis no local.
“Além do efetivo da delegacia móvel, também contaremos com policiais a paisana e poderemos dar início a investigações na própria unidade móvel, caso seja necessário”, disse a delegada Sheila Freitas, da Delegacia de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN).
A segurança do protesto contará ainda com o monitoramento através de câmeras de vídeos. As imagens serão acompanhadas pelo Centro Integrado de Operação de Segurança Pública (Ciosp).
Trânsito e bloqueios
A Secretária Mobilidade Urbana (STTU) informou que algumas vias próximas ao local do protesto serão bloqueadas devido à manifestação. Segundo o inspetor Carlos Eugênio, no sentido que dá acesso a Prudente de Morais, pela avenida Deodoro da Fonseca, as interdições acontecem nas ruas Seridó, Potengi e Mipibu.
Já no sentido contrário, da avenida Campos Sales, os bloqueios acontecerão nas ruas Seridó, Potengi, Mipibu, Assu, Manoel Dantas e Mossoró.
No minuto