domingo, 27 de março de 2016

Preso na Paraíba acusado de matar a Tangaraense Sintia (sua ex-mulher) asfixiada com fio de TV na grande Natal


IMG-20160326-WA0969

A Polícia Militar da Paraíba prendeu, na noite desse sábado (26), na cidade de Sapé, o homem acusado de matar a ex-companheira asfixiada com um fio de TV a cabo, na última sexta-feira (25), na região metropolitana de Natal, no Estado do Rio Grande do Norte.

pedro

De acordo com a Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa do Rio Grande do Norte, o crime aconteceu por volta das 21h da Sexta Feira Santa e o suspeito agiu de forma premeditada. O corpo da jovem de 25 anos, Síntia Nadia de Souza foi encontrado despido na sala da casa.
Pedro Gustavo de Lima e Silva, de 31 anos, (também tangaraense) fugiu para a Paraíba logo após o crime e foi preso durante buscas realizadas por policiais da 3ª Companhia do 7º Batalhão da PM, que receberam informações sobre o suspeito através de policiais militares do Rio Grande do Norte, por meio de um grupo de aplicativo de mensagens instantâneas (whatsapp).

De acordo com o tenente Lucenildo Roberto, da Polícia Militar da Paraíba, o acusado fugiu do Rio Grande do Norte em uma moto e foi encontrado escondido em uma casa, na Zona Rural de Sapé. “Assim que aconteceu o crime, começamos a receber as informações de que o suspeito teria fugido para a casa do pai, que fica aqui na cidade de Sapé, foi quando de forma ininterrupta começaram as buscas pelo acusado. Durante a noite desse sábado, localizamos a casa que o pai conseguiu para ele ficar escondido e prontamente prendemos o suspeito, que ainda tentou fugir pulando o muro”, detalhou.



Pedro Gustavo confessou o crime e deu detalhes de como fez para tirar a vida da ex-companheira, com quem tem um filho de 10 anos.

O acusado foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil, em Sapé, e será levado para o Estado onde aconteceu o crime pelos próprios policiais civis do Rio Grande do Norte.

Do Blog O Paralelo com informações EM5