sábado, 19 de março de 2016

Polícia Civil desvenda crime e acusados de morte de Giba Adriano estão detidos

franciscodaniel_mortegiba
Em um vasto trabalho de investigação, a Polícia Civil conseguiu concluir o inquérito e desvendar a morte do empresário Gilberto Adriano da Silva, conhecido por Giba Adriano.

Segundo o chefe de investigações da Polícia Civil, Walmir Barbosa, o crime foi cometido por Francisco Daniel Bezerra da Silva. Ele foi preso, juntamente com outros quatro homens, no dia seguinte ao crime em uma operação da Policia Militar, comandada por Major Moura, mas negou o envolvimento na ação delituosa.
Após um mês de investigações, a Polícia Civil ouviu ontem um jovem, menor de idade, que também confessou envolvimento na ação, como o piloto da moto que foi usada no crime. Após ouvir o menor e com o exame de balística comprovando que a arma utilizada no crime foi usada pelo Francisco Daniel na ação, a Polícia Civil pediu a prisão preventiva contra ele, prisão esta concedida pela vara criminal de Santa Cruz na manhã de ontem. O menor também teve sua apreensão pedida e concedida pela Justiça.
O inquérito também comprovou que o crime foi um latrocínio, que é um roubo seguido de morte. Francisco Daniel chegou ao comércio de Giba Adriano na manhã do sábado, em plena feira livre, para roubá-lo. Em seguida, ele disparou contra a vítima, que foi socorrida, mas morreu no Hospital Regional de Santa Cruz.
Francisco Daniel Bezerra da Silva já está detido no presídio Raimundo Nonato, em Natal, após ser preso aqui no dia 14 e fevereiro (ele era foragido da Justiça), e receberá, no próprio presídio a voz de prisão pelo crime contra Giba Adriano.

ediponatan