quinta-feira, 3 de março de 2016

5 mil toneladas de drogas já foram apreendidas no RN em quase quatro anos

Por Redação

Em quase quatro anos, mais de cinco toneladas de drogas já foram apreendidas no Rio Grande do Norte pela Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC). Os dados são do último levantamento da delegacia divulgados nesta última quarta-feira (2).
PFRN promove incineração de drogas apreendidas 23 09 2014 (14)
O delegado ressalta que a maior quantidade de drogas apanhadas é a maconha. (foto: portalnoar)
Segundo o relatório, de outubro de 2012 a fevereiro de 2016, 5.163 kg foram apreendidos em ações isoladas e operações especializadas realizadas pela delegacia. Maconha, Cocaína, Crack, LSD, Ecstasy e Haxixe fazem parte da lista.
“Temos feito grandes apreensões aqui no estado, destaques para as cidades de Natal e Parnamirim. A Denarc trabalha com o macro, com os grandes traficantes. A questão do uso e consumo está ligada às delegacias dos bairros distritais, eles que fazem esse trabalho”, explica o titular da Denarc, Ulisses de Souza.
No período de início do levantamento, referentes aos meses de outubro a dezembro de 2012, foram apreendidas 470 kg de maconha, 1,73 kg de cocaína e 1,72 kg de crack. Em 2013, considerado o ano de maior apreensão, quase 3 mil kg foram recolhidos pela Denarc, sendo 2969 kg de maconha, 12 kg de cocaína, e 26 kg de crack.
Em 2014, a quantidade de drogas somaram 625,60 kg, sendo 586 kg de maconha, 12 kg de cocaína, e 26 kg de crack. No ano passado, o LSD, Ecstasy e Haxixe entraram na lista de drogas apreendidas, somando no total de ambas 372 unidades de comprimidos, sendo o Ecstasy a de maior número, com 348 unidades. Já o levantamento das demais drogas do mesmo ano foi: 939 kg de maconha, 20 kg de cocaína, e 21 kg de crack.
Perguntado sobre o comportamento do tráfico no estado, o titular salientou que o tráfico de drogas está muito ligado a vários tipos de delitos. “Fechamos a operação barreiros e no decorrer do ano teremos outras operações”, acrescentou.
Nesse ano, a quantidade de drogas apreendidas, referentes aos meses de janeiro e fevereiro, totaliza 92 quilos, sendo 91 kg de maconha, 347 g de cocaína, 276 g de crack, além de 40 comprimidos de ecstasy.
O delegado ressalta que a maior quantidade de drogas apanhadas é a maconha, seguido pelo crack e a cocaína. “Semana passada encerramos com sucesso a operação barreiros. Durante um ano de operação foi mais de 600kg de drogas apreendidas, mais 100 prisões, veículos apreendidos, armas”, lembrou.

portalnoar