sábado, 27 de fevereiro de 2016

Trabalho em adutora deixa Japi e mais 29 cidades do RN sem abastecimento d'água

A Estação EB 01 da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), responsável pelo bombeamento da água para adutora Monsenhor Expedito, vai passar por trabalhos de prevenção na segunda-feira (29), no período das 8h às 18h, instalada no município de Nísia Floresta. Por esse motivo, o fornecimento de água fica comprometido para 30 cidades e comunidades rurais atendidas no percurso da adutora. A previsão para regularizar o abastecimento é a partir da noite da segunda-feira, de forma gradativa, até 48 horas após o funcionamento das bombas.

A adutora Monsenhor Expedito tem 330,7 km de extensão, capta água na lagoa do Bonfim e nos sete poços instalados na respectiva margem. O gestor da Unidade de Operação de Água da Regional Litoral Sul, Dídimo de Oliveira Dantas, considera a prevenção a melhor forma de evitar paradas repentinas no sistema, e no caso da EB1, que para os técnicos é o “coração” da adutora, a atenção precisa ser redobrada.

As cidades atendidas pela adutora Monsenhor Expedito são Lagoa de Pedras, Lagoa Salgada, Boa Saúde, Serrinha, São José de Campestre, Lagoa D’Anta, Passa e Fica, Serra Caiada, Senador Elói de Souza, Tangará, Santa Cruz, Bom Jesus, São Pedro do Potengi, Ielmo Marinho, São Paulo do Potengi, Santa Maria, Lagoa de Velhos, Barcelona, Rui Barbosa, São Tomé, Sítio Novo, Lajes Pintada, Serra de São Bento, Monte das Gameleiras, São Bento do Trairi, Coronel Ezequiel, Japi, Campo Redondo, Monte Alegre e Jaçanã.