terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Secretaria Municipal de Saúde

E mais uma vez a Secretaria Municipal de Saúde de Japi se reúne com as Secretarias de Obras e Serviço Urbano e de Administração da Prefeitura, no intuito de dar continuidade as atividades de enfrentamento ao combate do mosquito Aedis Aegipt, na perspectiva de contar com o apoio e a colaboração das demais Instituições locais e principalmente da população, no sentido de NÃO permitir que esse vetor nasça, cresça e se prolifere em suas residências. Precisamos nos unir e não ficar esperando só pelo Poder Público. Temos que fazer a nossa parte! E fazer a nossa parte significa NAO jogar lixo no terreno do vizinho, NAO acumular lixo em nossas casas, nem jogá-lo no meio da rua. Significa NÃO permitir nem um tipo de criadouros (reservatório) favorável a reprodução do mosquito em qualquer lugar da nossa casa. Vamos seguir o exemplo de algumas Instituições da nossa comunidade, as quais de forma responsável e comprometida atenderam ao apelo da Prefeitura (Prefeito Robinho), quando decretou de público, GUERRA CONTRA O MOSQUITO EM JAPI e, a partir daí, se uniriam aos trabalhos e as ações da SMS através das Equipes de VIG Ambiental (endemias), como tem sido o exemplo da Secretaria de Obras, que, apesar de toda dificuldade, vem realizando a limpeza em todos os prédios públicos, disponibilizado sacos coletores para os garis, afim de que os mesmos não precisem mais juntar o lixo coletado nas dependências do JAPI CLUBE, e em seguida, o trator conduzir até o lixão. Ou seja, agora todo lixo coletado será diretamente colocado no transporte até o seu destino final. Essa mesma Secretaria, irá dar início a limpeza geral das margens do rio jacu, após um mutirão de coleta de lixo, que será realizado pelos garis, em parceria com os nossos agentes de endemias e o GRUPO DOS JOVENS DESBRAVADORES (Adventistas), o qual já vem realizando um brilhante e excelente trabalho junto à população JAPIENSES, nesse sentido. A Secretária de saúde vem também, através do Núcleo de Vigilância ambiental, disponibilizando pequenos peixes (barrigudinho), com a devida orientação técnica dos Agentes de Endemias, às pessoas que tiverem reservatório de água (tanques, cisternas) em suas residências, além do tratamento realizado com as larvicidas recomendada e disponibilizados pelo MS. ENFIM, temos realizado um trabalho árduo, mas  muito prazerosamente , na medida em que tem sido feito com responsabilidade e amor. VAMOS CONTINUAR CONTANDO COM A INPRESCINDIVEL PARCERIA DE TODOS!!!!