domingo, 14 de fevereiro de 2016

Por que a pressão alta mata?

A pressão alta é uma das principais causas de morte no planeta, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde). De acordo com estudos recentes, a hipertensão arterial é responsável por 9,4 milhões de mortes por ano.

A pressão alta mata porque ela altera os padrões de funcionamento do coração e do cérebro. Entre as pessoas que apresentam hipertensão arterial, 45% sofrem ataques do coração e 51% passam por derrames cerebrais.

Atualmente, 40% dos adultos com mais de 25 anos sofrem de hipertensão. O nível de pressão considerado preocupante começa partir de 140 por 90 mmHg, índice que já indica uma pessoa hipertensa.

A hipertensão arterial afeta os vasos do corpo e dificulta o processo que transporta o sangue pelo organismo. Quando o sangue não é bombeado da forma adequada, o corpo passa por um desgaste do endotélio, o revestimento dos vasos.

Este processo prejudica as artérias e aumenta a formação de placas de gordura. Quando isto acontece no coração, a pessoa pode sofrer um infarto, e quando acontece no cérebro, pode resultar num AVC.

A hipertensão arterial também compromete os rins, causando insuficiência renal. O maior perigo desta doença é que ela não se manifesta de forma aparente, sendo um problema silencioso.