sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Papa Francisco recebe Leonardo DiCaprio no Vaticano


O papa Francisco recebeu o ator norte-americano Leonardo Di Caprio nesta quinta-feira, dia 28. A audiência privada foi anunciada na manhã desta quinta, de surpresa, pela Santa Sé e tinha previsão de duração de 15 minutos. Os dois são conhecidos por defender causas ambientais e lutar contra o aquecimento global. “Obrigado por ter concedido esta audiência”, disse em italiano o ator ao ser recebido pelo pontífice. O conteúdo dos 15 minutos do encontro não foi revelado, mas durante a tradicional troca de presentes entre o líder católico e seu visitante, os dois conversaram perante às câmeras.

Na web, internautas brincam que DiCaprio está “empenhado” em sua campanha pelo Oscar 2016 e que “foi pedir a bênção”. O astro foi indicado na categoria de melhor ator e fãs esperam ansiosos pela primeira estatueta. A premiação está marcada para o dia 28 de fevereiro.

DiCaprio presenteou o papa com um livro de pinturas de Hieronymus Bosch. “Uma representação da terra de Bosch ficava pendurada sobre a minha cama porque meu pai pendurou. Para mim, isso sempre representou o planeta e a utopia ecológica e foi uma inspiração e uma promessa de futuro”, revelou o ator. Ele se referia ao quadro “O Jardim das Delícias Terrenas”, a obra prima de Bosch que conta a criação e a relação dos homens com a natureza.Já o pontífice deu um rosário e uma cópia de sua encíclica sobre ecologia, a “Laudato Sì” (“Louvado Seja”) — que discorre sobre os problemas da natureza e o efeito que eles têm sobre a sociedade, especialmente sobre os mais pobres. Saudando o artista, que há anos está empenhado em defesa do meio ambiente, Francisco terminou o encontro com sua tradicional frase: “reze por mim, não se esqueça”.

Segundo fontes vaticanas, o encontro foi solicitado pelo ator após sua participação no Fórum Econômico Mundial ocorrido em Davos na última passada.

Francisco constantemente lembra dos problemas ambientais em seus discursos e homilias e cobra uma mudança de postura em relação à natureza tanto dos cristãos bem como das autoridades mundiais.
Já Di Caprio tem uma instituição que leva seu nome e faz doações milionárias para fundações como a Amazon Watch, Save The Elephants e a WWF constantemente.

Além disso, o ator já discursou na Cúpula sobre o Clima das Nações Unidas em 2014 e cobrou as autoridades para fazerem mais para diminuir a temperatura do planeta e evitar eventos climáticos catastróficos. Desde esse ano, o ator tornou-se “mensageiro da paz” da ONU na questão dos problemas ambientais.

Nas últimas semanas, o Pontífice vem recebendo personalidades mundiais conhecidas pela sua atuação ambiental. Ele recebeu o CEO da Apple, Tim Cook, e o presidente-executivo da Alphabet – a empresa responsável pelo Google – Eric Schmidt. Assim como ocorreu com Di Caprio, a pauta da conversa não foi divulgada, mas acredita-se que o meio-ambiente tenha sido o assunto principal.