terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Forças Armadas vão às ruas combater o Aedes aegypti

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, anunciou que cerca de 220 mil homens das Forças Armadas sairão às ruas em todo o país para orientar os moradores sobre a prevenção ao Aedes aegypti, mosquito transmissor dos vírus causadores de dengue, zika e chikungunya. O governo vai distribuir ainda repelentes para 400 mil grávidas beneficiárias do Bolsa Família. Na quarta-feira, o ministro se encontrará com um fabricante de repelentes para ver a quantidade necessária e viabilidade do negócio.

— Estamos planejando colocar 220 mil homens das Forças Armadas, num dia determinado, que deverá ser 13 de fevereiro, para visitar casa por casa do Brasil distribuindo panfletos e orientando pessoas, porque temos a consciência exata que só seremos vitoriosos nessa luta se contarmos com a contribuição das pessoas. Se a população não chamar para si, uma das crises maiores de saúde pública já vivida em qualquer tempo no Brasil, nós não seremos vitoriosos — afirmou Castro.