quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

BNDES aprova R$ 300 milhões para eólica no RN

O BNDES aprovou o apoio financeiro no valor de R$ 300 milhões ao Complexo Eólico Brisa Potiguar (183,6 MW), construído pela Companhia Paranaense de Energia – Copel,no Rio Grande do Norte e que encontra-se em operação comercial desde outubro de 2015.

O apoio se dará através da emissão privada de Debêntures, as quais serão subscritas pelo BNDES e BNDESPar. As Debêntures serão dividas em duas séries, sendo uma atrelada à TJLP e a outra ao IPCA. A operação segue as características do FINEM (Financiamento de Empreendimentos) do BNDES, e tem prazo de 16 anos, com carência de 6 meses e amortização mensal.

Em nota que a parceira com o banco reflete a capacidade da Companhia em obter recursos e reafirma o compromisso do seu programa de investimentos, o qual contribui para a realização de uma série de obras essenciais ao desenvolvimento do setor elétrico brasileiro.