segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Governo economiza com a seca do Nordeste para gastar com as Olimpíadas


O Diário Oficial da União publica hoje (23) resolução que amplia os limites de contratação de financiamento para obras de infraestrutura associadas aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A elevação dos gastos, autorizada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), foi divulgada na sexta-feira (20).

A medida amplia os limites para contratação de financiamento para empreendimentos de infraestrutura em R$ 800 milhões, ao passar de R$ 2,8 bilhões para R$ 3,6 bilhões, de acordo com o Ministério da Fazenda.

Enquanto se gasta mais com as Olimpíadas, se economiza com as obras de enfrentamento à seca no Nordeste. Vide a situação da barragem de Oiticicas, onde se anunciou, há alguns dias, o repasse anual de menos de 20 milhões de reais.

Enquanto o povo perde com a estiagem, o poder público quer “ganhar” no esporte. Vai entender…